sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Pecados...

Teus olhos percorrem meu corpo com mãos ardentes. Adivinhas o meu paladar sem me beijares. És como uma tempestade que me envolve em desejo e desespero. És como um farol que me ilumina as noites e os sonhos. Dizes que são os meus olhos que te enlouquecem, mas são os teus que me deixam em brasa. E nesta loucura que é a vida, é aos teus pés que deixo a minha. E como é bom amar-te em pecado...

2 comentários:

Tatiana disse...

Adorei suas palavras!
Revelam um amor torrido!

Uma semana maravilhosa para você!

Um beijo com meu carinho

Fenix disse...

Pecado é não olhar com apetite...
Pecado é não saborear esses sentidos...
Pecado é não amar...

Amar é vida!
Não pode ser pecado!


Lindo!!!
Gosto muito do que escreves!

Beijo