sexta-feira, 29 de junho de 2012

A esquina do pecado

A esquina do pecado é onde te encontro todas as noites. Num futuro cujo os minutos ainda não existem. Num alinhamento de pecados perpendiculares quando as mãos se cruzam em movimentos rotativos de 180º graus. Jogos de simetrias que desafiam a matemática dos sentidos e fogem do nosso control. Na esquina do pecado tudo é consentido, somas de murmúrios, equações de prazer. 
É a geometria dos corpos... 

4 comentários:

Mar Arável disse...

Equilíbrio

na assimetria

Raven disse...

Que seria desta vida sem essas esquinas com sabor a intensidade?

Carlos Ramos disse...

Brilhante, não há aqui pecado, apenas vida. Gostei muito

© Piedade Araújo Sol disse...

mas não existe pecado.
química, talvez.
gostei!

beij