sexta-feira, 7 de agosto de 2009

O castigo

A nossa capacidade de auto-destruição é assustadora. Por vezes, optamos por caminhos cujo o único sentido é o estrago, a ruína, a aniquilação... e o que menos nos interessa é se no fim sobrevivemos ou não... é o castigo por querer ser sempre mais daquilo que não se pode ser...

4 comentários:

Vieira Calado disse...

Só que...

um belo dia...

pelo caminho que as coisas levam...

pfff...

lá vai tudo!

Bom fim de semana

encanto disse...

...e em todos os caminhos há encruzilhadas, logo se opta, por vezes é o destino que é "certo".

Carlos Ramos disse...

Passos errados na direcção correcta. talvez tenhas razão. Talvez...

Bj.

Anónimo disse...

sim... é o castigo por querer sempre mais... esperar sempre mais... prometer sempre mais... E receber sempre menos daquilo que realmente vale a pena...

H.