segunda-feira, 30 de agosto de 2010

à fina força


Quase consegui adormecer. Descobri à fina força que a diferença entre estares presente ou ausente existe apenas em mim. Os poemas de Caeiro apaziguaram-me. Vou sair. A tarde começa a escurecer e é quando mais gosto dela. Quiçá o mais incrível aconteça! Afinal, a vida acontece todos os dias da nossa vida...

6 comentários:

piedadevieira disse...

Muita sensibilidade nas palavras, e muito sutil essa saída.Às vezes, precisamos ser outro, nos multiplicarmos para encontrar o caminho certo.
Abraços

symon disse...

"a vida acontece todos os dias da nossa vida..." e a cada instante o mais incrível acontece: vivemos...

um beijo, um abraço e um sorriso *

Olga disse...

Gostei! =)
beijos

Apenas eu disse...

sim a vida acontece todos os dias... e sair ao fim de tarde faz bem.

as vezes tem de ser mesmo assim à fina força...

beijos

André disse...

...et tous les jours, la vie, coule en moi. L'espoir ne cesse d'éclairer mes rêves afin que la paix et l'amour soient pain. Mon coeur vibre la vie, et mes yeux brille la douceur car aujourd'hui je suis!

Bonne Journée :)

Vieira Calado disse...

Os poemas têm essa virtude...

Beijinho